Maleta viajera de Portugués

Esta es la sección que hemos destinado al departamento de Portugués  para que sus alumnos puedan escribir   comentarios sobre el material de la maleta viajera que se han llevado a casa. Recordad que los comentarios han de ser en este idioma. Es interesante que dejéis constancia del material que estáis reseñando: título, autor, tipo de material…etc.  Muchas gracias.

9 respuestas a Maleta viajera de Portugués

  1. maribel dice:

    Olá,
    Gostava saber o que é isso das malas viajeras .São por acaso livros para ler que podemos requisitar por algum tempo?
    Caso seja assim,quantos livros e quanto tempo?

    Obrigadíssima…

    Maribel

  2. Cristina dice:

    Filme português “Sei lá”, de Tino Navarro
    Este filme, adaptado do romance homónimo da escritora Margarida Rebelo Pinto, é um filme descontraído e até divertido sobre a vida de quatro amigas de trinta anos, das peripécias das suas vidas amorosas e profissionais.

  3. María dice:

    Jesus Cristo Bebia Cerveja
    é um romance de Afonso Cruz bastante recomendável. Está muito bem escrito. Gostei muito.
    Além disso, este ano vamos conhecer o escritor porque vem a Plasencia à Aula de literatura no mês de Novembro.

  4. Marta dice:

    Olá!
    Eu sou aluna de português e gosto muito de ler. O último livro da biblioteca que li foi O Retorno de Dulce Maria Cardoso e adorei. Gostei da escrita, da história e de tudo o que aprendi não só da língua portuguesa, como também de aspetos da história recente que desconhecia.
    Aconselho-vos a lerem!

  5. Antonio dice:

    Eu também li esse livro e gostei imenso. Mas eu vou propor um filme: O Leão da Estrela. É um filme antigo a preto e branco mas é super engraçado e aprendi tanto…
    Animem-se a ver cinema português!!!!

  6. May dice:

    O romance de Nuno Camarneiro “Debaixo de algum céu” foi distinguido com o Prémio LeYa 2012. Este prémio foi criado em 2008 não só para distinguir um romance inédito escrito em português como também para procurar novos talentos da língua portuguesa e a sua promoção internacional.
    Acho que não pode ser requisitado na biblioteca da escola porque ainda não o vi nas prateleiras. No entanto, peço ao departamento de português para o comprarem porque para mim reúne todos os valores necessários que precisa um livro para ser inserido na lista de livros de língua portuguesa da biblioteca.
    Todos os factos acontecem na véspera, durante e depois da passagem de ano num prédio encostado à praia e cujos inquilinos: homens, mulheres, crianças …etc., vizinhos todos que andam à procura do que lhes falta: um pouco de paz, de música, de calor, de um deus que lhes sirva.
    É um livro que recomendo de obrigatória leitura e que, ainda por cima, não deixa o leitor indiferente.

  7. José Antonio Barroso dice:

    O livro “Cemitério de pianos” conta a história da família Lázaro.
    Eles têm um negócio, uma carpintaria. Nela há um espaço: uma divisão onde se arrumam pianos. As personagens visitam-na e vão acontecendo situações curiosas.
    Ë um livro cheio de emoções, sentimentos e lembranças.
    A maneira de escrever de José Luís Peixoto parece-me entretida. Além disso, serve para treinarmos a língua portuguesa.
    Aconselho-vos a lerem.

  8. Julián dice:

    Quando sentirem necessidade de ler, antes de fazer uma escolha qualquer, reflitam um instante sobre as suas preferências porque, leiam o que lerem, o essencial é que desfrutem da leitura.
    No entanto, se os colegas solicitarem a minha opinão sobre algum livro em português aconselhar-lhes-ei, caso gostem da poesía, recomendo a leitura dalgum livro ou coletânea de poemas de Florbela Espanca, autora que soube transformar em poesia da mais alta qualidade, carregada de erotização, feminilidade e panteísmo as intensas vicissitudes da sua vida.
    Pelo contário, se as suas preferências harmonizassem mais com a prosa, propunha-lhes a leitura de todo um clásico, Eça de Queiroz, grande autor de romances realistas. Apesar de ser “Os Maias” a obra magna deste autor, na minha opinão, no romance “A Ilustre Casa de Ramires” é onde Eça alcança uma maior maturidade. Além do seu característico estilo literário (descritivo, reflexivo, irónico crítico, por vezes cínico), neste romance percebe-se a maturidade do autor, quem dá uma dose de otimismo quando aposta pelos valores humanos para sair de uma situação de decadência, motivada pela hipocrisia de uma sociedade que antepões os intereses pessoais, as aparências e o egoísmo particular, principalmente da burguesia e da nobreza, ao interesse geral.
    Para exprimir esta idea, na minha opinião, Eça de Queiroz (Queirós) utiliza um recurso muito acertado, estabelece um símile, um paralelismo, através da familia Ramires critica a sociedade portuguesa de fim do século XIX

  9. David dice:

    Se eu tivesse que recomendar um livro para ler na língua portuguesa e que estivesse na EOI, recomendo o livro Desamparo da Inês Pedrosa. O livro é de leitura descontraída e variada, já que a autora fala na vida de várias personagens. Por um lado, está a personagem principal, uma mulher que foi levada para o Brasil quando tinha dois anos mas voltará a Portugal 50 anos depois. Em relação à volta a Portugal começa a pensar na vida que teria vivido na sua terra se o seu pai não a tivesse levado para o Brasil. Por outro lado, estão as personagens que se deselvolvem em torno à protagonista e que dá sentido a uma história em que há sentimentos à flor da pele como a saudade, o amor, os ciúmes ou a solidariedade.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: